21
DE fev
DE 2015
0

O mágico de OZ

unnamed (13)

“O mágico de OZ”, esse é sem duvida uma das histórias mais consagradas até hoje pelo público variado, de todas as idades. O livro conta a história de Dorothy, uma garotinha humilde que reside no Kansas junto de seu cachorrinho Totó. Em um dia qualquer, um tornado se aproxima da casa onde Dorothy mora com os tios. Prevendo a chegada do tornado, tio Henry alerta a mulher e a sobrinha, para que se escondam. Porém por um descuido Dorothy fica para trás, junto de seu fiel amigo Totó. Ela adormece, e acorda em um lugar diferente. A terra de OZ. Lá a menina vê em torno de si lugares bonitos para se morar, como lugares sombrios no qual ela tenta se manter afastada. Ela faz amigos, o espantalho solitário em busca de um cérebro para ser tão inteligente quanto todos os outros, o lenhador de lata em busca de um coração para poder reviver um romance com uma moça da região, e um leão covarde em busca da coragem para se tornar um rei da selva. Dorothy também tinha um desejo, poder voltar com totó para o Kansas.

 

 A história nada mais é do que um conto infantil, que sem duvida é de tocar pessoas de qualquer idade. Dorothy, e seus amigos vão em busca de OZ para que lhe conceda os desejos, dirigindo se assim pela estrada de tijolos amarelos. Durante todo o tempo há pedras no caminhos deles, em cada hora um desafio os aguarda provando a cada um que eles tem tudo o que desejam, mas infelizmente nem todos tem confiança em si, e no poder que vos é concedido.

Posso citar por exemplo o

espantalho. Desde o inicio ele dizia ser burro por não ter um cerebro. Oz como um bom farsante, lhe deu o que ele tanto queria. Ou melhor, lhe deu o que ele precisava. Confiança. Acreditando que lhe foi colocado um cérebro na sua cabeça de palha, o espantalho lhe permitiu abrir a mente para ter novas idéias que até então estava escondido dentro de si.

 

Já o homem de lata deseja ter um coração, o que ele não sabia, é que não precisava de um coração para sentir amor, ou afeto. O carinho por Dorothy, e a forma como ele a protegeu até a cidade das esmeraldas era o resultado de todo o amor que havia em si. Mas como também lhe faltava confiança, o grande oz lhe deu o seu tão sonhado coração. Mesmo sendo um simples objeto pulsante, o coração lhe deu a confiança que o lenhador tanto precisava.

Depois vem o leão e sua falta de coragem. Onde já se viu isso? Um leão covarde. Pois bem, como o proprio mágico de oz disse, “A verdadeira coragem consiste em enfrentar o perigo mesmo com medo. E isso você tem de sobra” então foi lhe dado uma substancia para beber. Mas não seria de serventia alguma. A coragem já estava no coração do leão. Ele só precisava de um incentivo para liberta-la.

Por ultimo vem a pequena Dorothy, desde o inicio ela poderia ter voltado para sua casa. Mas novamente a falta de confiança vem a tona. Nossa menina ignorava o poder que tinha em suas mãos. Ou melhor, em seus pés. Os sapatinhos prateados eram sua arma, mas ela ignorou esse poder, dando assim oportunidade a

 si de ajudar seus amigos a conseguirem aquilo que tanto almejaram.

 

 É nesse ponto que eu quero chegar, “O mágico de OZ” é um conto para nos lembrar de 2 fatores essenciais na nossa vida: a importância da amizade e da confiança. A falta de confiança atrapalhou Dorothy e seus amigos. Porém a amizade fortaleceu a cada obstáculo. O espantalho, o lenhador e o leão já náo tinham mais com o que se preocupar, e dorothy pode seguir novamente pela estrada de tijolos amarelos voltando então para sua tão aguardada casa.

5 estrelas

18
DE fev
DE 2015
0

Vidas Trocadas – Katie Dale

resnehaPrimeiramente eu devo citar o quanto esse Slogan mexeu comigo, “Como encarar o seu futuro quando o seu passado é uma mentira?” Bem sugestivo, certo?

A vida de Rosie tomou um novo rumo assim que descobrira que sua mãe tinha a doença de Huntington. Durante os últimos meses de vida de Trudie, sua mãe, a vida da menina parou. Tchau festas, tchau namorado, tchau amigos. Sua vida era baseada na saúde de Trudie, se ela estava bem, Rosie estava bem.

Então o inevitável acontece e Trudie falece. Desesperada com a incerteza de ser portadora ou não da doença, Rosie resolve fazer o exame para comprovar se ela herdou os genes com a doença ou não. É quando a noticia surge. Não havia qualquer possibilidade de Rosie ser portadora da doença, simplesmente pelo fato de Trudie não ser sua mãe biológica.

A cabeça da menina vira de cabeça para baixo. O que ela conhecia, na verdade era uma completa mentira. Trocada na maternidade quando nascera, Rosie cresceu acreditando que era filha de Trudie, e agora está disposta a conhecer sua verdadeira familia, a conhecer a vida que ela poderia ter tido. O que ela não poderia prever é que essa decisão iria influenciar no futuro de todos ao seu redor.

 A história é completamente envolvente. Quando não havia tempo para ler, eu sofria para saber o que aconteceria no capitulo seguinte, e depois, e depois…

Vidas trocadas é cheio de detalhes, o que acaba acarretando uma grande demora na leitura. Se você perde um detalhe só, o sentido do restante da história fica vago. Katie escreveu todos os detalhes com muita minuciosidade, me impedindo de achar algo que não fosse do meu agrado. Ou melhor, há apenas uma coisa que me deixou louca da vida, querendo pular logo os capitulos. Holly, com sua personalidade egoista, e sua narração cansativa. Não posso terminar com essa resenha sem antes mencionar Andy, o namorado “quase” perfeito de Rose. Ok, ele não foi tão cmpreensivo quanto era de se esperar, mas poxa, olhando pelo lado dele, todo o dilema de Rose e Holly é uma barra e tanto. Portanto, Andy você esta perdoado.

Esse livro é para qualquer um se apaixonar. Quando você pensa que o clímax acabou, é ai que ele não está nem perto de começar. História nada previsível, e de fazer qualquer um se encantar.

Super indico, com certeza esse foi para o meu top 10.

5 estrelas

 

6
DE fev
DE 2015
2

Casamento por conveniência – Jennifer Probst

casamento-de-convenienciaCasamento por conveniência é um livro que encontrei totalmente por acaso. Estava vagando por outros blogs, e encontro um livro com um titulo intrigante. Isso já era 23 horas da noite, mas como a curiosidade falou mais alto, tive que recorrer ao meu velho amigo PDF.

Alexa estava desesperada por dinheiro, bom, ela não era interesseira. O dinheiro em questão seria para ajudar a resgatar a casa da família. Por que não se casar com alguém rico que tivesse dinheiro suficiente para lhe ajudar? E ela se apega com força nessa ideia, a ponto de fazer um feitiço para encontrar o homem dos seus sonhos, e melhor, que tivesse uma conta recheada no banco. E não é que as forças do além deram uma ajudinha?! Porém essa “ajuda” teria seus contras. O Homem que supostamente iria se casar com Alexa é estranhamente o oposto do que ela havia desejado. Para ser mais exata, um homem mesquinho, arrogante, e que não acredita no amor. Nicholas Ryan.

FRACO! Minha sentença é basicamente essa. A história tinha tudo pra dar certo. Por mais que já existam outras histórias abordando o mesmo tema, essa tinha alguns detalhes que poderiam levar ao sucesso total. Porém ao meu ver, a autora não soube aproveitar as cartas que ela tinha na mão. Os personagem em geral conseguiram me deixar no limite da raiva. Por vários momentos eu pensei: “Pow, estou perdendo minha madrugada com isso?!” , mas como eu não sou de desistir fácil, continuei até o fim. E não é que valeu a pena? O final é uma gracinha, me vi suspirando no ultimo capitulo. APENAS. Portanto as seguintes duas estrelinhas será dedicado ao desfecho, que salvou a história de Nick e Alexa.

2 estrelas

2
DE fev
DE 2015
0

Simplesmente acontece – Cecelia Ahern

simplesmente-acontece-frente_1.jpg.1000x1353_q85_crop

Onde terminam os arco iris, ou melhor dizendo “simplesmente acontece” é um livro diferente de todos que já li. O primeiro motivo é a forma de escrita, acreditem se quiser : não há narração! Isso mesmo, toda a historia foi escrita pela linguagem de cartas e emails.

Segundo motivo, a história não é aqueles simples clichê. Sim, tem a história do casal que eram amigos desde a infância e ocorre a transformação de sentimentos durante os anos, a questão é que eles não se permitem acreditar que pode dar certo. Isso torna a história diferente.

O terceiro motivo é o quão envolvente o livro se tornou. Muitos momentos durante a leitura eu me perguntei por que continuava a ler, sendo que a cada capitulo algo me chocava tanto que chegava a ficar com muita raiva de tão angustiada. Definitivamente não é uma história normal.
Bom, explicando melhor. Rose e Alex se conheceram aos 5 anos, para o azar de seus professores da escola. Uma amizade bem atípica, um homem e uma mulher construíram uma amizade sólida. Muitos acreditam que não seja possível manter uma amizade assim, pois bem, Alex e Rose acreditavam. Cada um tinha seus respectivos sonhos. Alex almejava ser um medico conceituado, e Rose ser uma gerente de hotelaria, assim que se formassem. Bom esses eram os planos deles, porém no ultimo ano escolar Alex teria de se mudar para outro país. Eles juraram nunca perder o contato, e assim seguiu o ano, nunca esquecendo um do outro, mantendo a amizade por emails e cartas.

Eis que chega o dia da formatura de Rose, Alex prometera estar lá para ser seu par. Mas um erro da companhia aérea estragou seus planos. Rose teria que arrumar outro par. E justamente por Alex não poder comparecer nesse dia, o rumo da vida de ambos se viraram em direções opostas. Foi quando todos os sonhos de Rose que estavam vindo a 100 km por hora teve de frear bruscamente, deixando sua vida de cabeça pra baixo.
Enfim, o restante apenas lendo. “Onde terminam os arco iris” ( não consigo encaixar o titulo simplesmente acontece, na historia ) me encantou de uma forma diferente, difícil de explicar. Desde o inicio, TODOS os personagens me deixaram com raiva em algum momento da história, por alguma atitude tola. Porém só no fim que eu fui entender que eu realmente precisava sentir antipatia deles em alguns momentos. Essa é a vida, essa é a realidade, talvez por estar tão acostumada a tudo ser cor de rosa nos livros, que quando encontro uma historia que “foge de certos padrões” eu tome raiva. E é isso que o livro retratou no meu ver, a mais pura realidade.
Se você já leu o livro pode descer, quero que compartilhem suas opiniões comigo, porém se o livro ainda é novidade para você, NAO DESÇA! SPOILER BRAVO!!
.
.
.
.
.
.

.

.

.

..

.

.

..

.
O QUE LEVA DUAS PESSOAS, A SEREM TÃO ORGULHOSOS A PONTO DE NÃO ACEITAR QUE SE AMAM, E ESPERAR 52 ANOS PARA FICAREM JUNTOS? eis minha angustia.

Onde terminam os arco-iris estreou no cinema com o novo titulo ” simplesmente acontece “, estrelando Lily Collins e Sam Claflin como Rose e Alex, no dia 22 de Janeiro aqui no Brasil. Corre para assistir!

5 estrelas