12
DE set
DE 2014
0

Procura-se um marido – Carina Rissi

download (1)

Alicia é uma menina completamente mimada, sempre teve tudo aos seus pés. Eis que um dia ela acorda com a noticia devastadora que o avô (seu único parente vivo e milionário) havia falecido.

Para piorar seu momento de fraqueza, ela descobre que esta esclusa (em partes) do testamento. Podendo tomar posse dos bens de seu avô apenas depois que se casar, (deve considerar o fato da menina ter pavor de compromisso). E como uma boa encrenqueira que ela é, trama um plano para poder pegar a herança milionária. Procurando um marido de aluguel. Como não é de se duvidar, aparece todo tipo de figurão. Até que surge um homem que se encaixa perfeitamente no posto de marido provisório. O que Alicia não esperava, é que um simples anuncio nos classificados iria trazer sua felicidade de volta em forma de príncipe encantado.

O que me despertou o interesse inicial foi a experiencia de Perdida, da mesma autora. Procura-se um marido é aquele livro que começa uma bosta, que te da vontade de jogar o livro na parede. Pelo simples fato da personagem ser uma completa sem noção, porem como eu não sou de desistir fácil, continuei. E para minha surpresa foi uma das melhores leituras do ano. Em vários momentos eu me peguei gargalhando com algumas passagens. Foi legal a forma que a escritora instigou a curiosidade dos leitores a partir do mistério do testamento, mesmo que o clímax tenha sido um pouco previsível.

Não é preciso ter olhos abertos para ver o sol, nem é preciso ter ouvidos afiados para ouvir o trovão. Para ser vitorioso, você precisa ver o que não está visivel.

Não posso deixar passar o quanto me irritou o doce que a menina fazia em relação á Max. O homem era um deus, educado, romântico, e a menina se privava a todo momento do sentimento. Por mera culpa de destruir o futuro do rapaz. Alicia que me desculpe, mas ela é uma completa idiota por não enxergar o que estava bem abaixo de seus olhos.

A última coisa que pensei antes decair em um sono pacífico foi em um belo par de olhos verdes, que já não me pareciam tão hostis assim.

3 estrelas

13
DE ago
DE 2014
0

Perdida – Carina Rissi

Perdida-1

Sofia é uma pessoa totalmente dependente da tecnologia. Porém um certo dia seu monstrinho, o celular no caso, decide cair na privada. É nesse momento que ela decide que ficar sem um celular é quase “suicídio social”. O que ela não podia esperar era que o mais novo monstrinho iria transformar sua vida de uma vez por todas.

Aqui está ela, em pleno século XlX, literalmente PERDIDA. Como qualquer conto de fadas aparece o príncipe para salva-la, e ampara-la. A semelhança entre a história e os contos de fadas é nítido. Eu tive uma verdadeira relação de amor e ódio com esse livro.

Não nego, tenho um certo preconceito com escritores brasileiros ( Com exceção da Paula Pimenta que ganhou meu coração haha), mas resolvi arriscar. Por que não dar uma chance a outras histórias da literatura nacional certo? Porém algo que me chateou muito na escrita é o modo desleixado como a personagem principal se pronuncia. Tudo bem que de acordo com o contexto aquela era a forma como ela deveria conversar, mas no meu modo pessoal de avaliar a escrita me irritou bastante. Claro, a história em si compensou totalmente essa questão da escrita.

E como dois imãs poderosos, seus olhos capturaram os meus , a intensidade deles fez meu coração voar. Minha cabeça girava como um liquidificador na potência máxima, e respirar se tornou impossível.

O que me encantou totalmente na história é a semelhança, em alguns momentos, com a história da cinderela. E o Ian? Aimeudeus, a todo momento ele me fez lembrar do Maxon (A seleção), preciso realmente dizer o quanto fiquei apaixonada por ele? hihihihi. É uma livro que vale a pena ler…

Perdida terá uma continuação lançada em Agosto/2014 chamada “Encontrada” porém esse é um tipo de livro que pelo final que teve, no meu ponto de vista, uma continuação seria apenas para estragar a história que tinha muito para ser linda. Portanto, para não destruir toda a minha imaginação eu me recuso a ler “Encontrada”. A Carina que me desculpe, mas eu prefiro criar em minha mente o depois do felizes para sempre.

[...] Parecia que queria me dar o mundo! Ele só não entendia que já tinha feito isso quando disse que me amava pela primeira vez.

4 estrelas