21
DE fev
DE 2015
0

O mágico de OZ

unnamed (13)

“O mágico de OZ”, esse é sem duvida uma das histórias mais consagradas até hoje pelo público variado, de todas as idades. O livro conta a história de Dorothy, uma garotinha humilde que reside no Kansas junto de seu cachorrinho Totó. Em um dia qualquer, um tornado se aproxima da casa onde Dorothy mora com os tios. Prevendo a chegada do tornado, tio Henry alerta a mulher e a sobrinha, para que se escondam. Porém por um descuido Dorothy fica para trás, junto de seu fiel amigo Totó. Ela adormece, e acorda em um lugar diferente. A terra de OZ. Lá a menina vê em torno de si lugares bonitos para se morar, como lugares sombrios no qual ela tenta se manter afastada. Ela faz amigos, o espantalho solitário em busca de um cérebro para ser tão inteligente quanto todos os outros, o lenhador de lata em busca de um coração para poder reviver um romance com uma moça da região, e um leão covarde em busca da coragem para se tornar um rei da selva. Dorothy também tinha um desejo, poder voltar com totó para o Kansas.

 

 A história nada mais é do que um conto infantil, que sem duvida é de tocar pessoas de qualquer idade. Dorothy, e seus amigos vão em busca de OZ para que lhe conceda os desejos, dirigindo se assim pela estrada de tijolos amarelos. Durante todo o tempo há pedras no caminhos deles, em cada hora um desafio os aguarda provando a cada um que eles tem tudo o que desejam, mas infelizmente nem todos tem confiança em si, e no poder que vos é concedido.

Posso citar por exemplo o

espantalho. Desde o inicio ele dizia ser burro por não ter um cerebro. Oz como um bom farsante, lhe deu o que ele tanto queria. Ou melhor, lhe deu o que ele precisava. Confiança. Acreditando que lhe foi colocado um cérebro na sua cabeça de palha, o espantalho lhe permitiu abrir a mente para ter novas idéias que até então estava escondido dentro de si.

 

Já o homem de lata deseja ter um coração, o que ele não sabia, é que não precisava de um coração para sentir amor, ou afeto. O carinho por Dorothy, e a forma como ele a protegeu até a cidade das esmeraldas era o resultado de todo o amor que havia em si. Mas como também lhe faltava confiança, o grande oz lhe deu o seu tão sonhado coração. Mesmo sendo um simples objeto pulsante, o coração lhe deu a confiança que o lenhador tanto precisava.

Depois vem o leão e sua falta de coragem. Onde já se viu isso? Um leão covarde. Pois bem, como o proprio mágico de oz disse, “A verdadeira coragem consiste em enfrentar o perigo mesmo com medo. E isso você tem de sobra” então foi lhe dado uma substancia para beber. Mas não seria de serventia alguma. A coragem já estava no coração do leão. Ele só precisava de um incentivo para liberta-la.

Por ultimo vem a pequena Dorothy, desde o inicio ela poderia ter voltado para sua casa. Mas novamente a falta de confiança vem a tona. Nossa menina ignorava o poder que tinha em suas mãos. Ou melhor, em seus pés. Os sapatinhos prateados eram sua arma, mas ela ignorou esse poder, dando assim oportunidade a

 si de ajudar seus amigos a conseguirem aquilo que tanto almejaram.

 

 É nesse ponto que eu quero chegar, “O mágico de OZ” é um conto para nos lembrar de 2 fatores essenciais na nossa vida: a importância da amizade e da confiança. A falta de confiança atrapalhou Dorothy e seus amigos. Porém a amizade fortaleceu a cada obstáculo. O espantalho, o lenhador e o leão já náo tinham mais com o que se preocupar, e dorothy pode seguir novamente pela estrada de tijolos amarelos voltando então para sua tão aguardada casa.

5 estrelas

6
DE set
DE 2014
0

#01 E se eu ficar – Gayle Forman

Screenshot_2014-09-04-12-40-50-1

Mia é uma garota apaixonada por música e pelo seu namorado Adam. Em uma manhã qualquer sua vida vai mudar radicalmente, ela tem que decidir entre ficar ou ir embora, qualquer que seja sua escolha, irá influenciar no futuro de todos a sua volta. Eis que ela começa a se questionar: “E se eu ficar?”

A um tempo atrás eu postei aqui no blog o trailer já divulgado do filme que havia me encantado imensamente. Durante essas duas semanas que eu fiquei sem postar, eu peguei-o para ler.

Se eu ficar. Se eu viver. Só depende de min.

Eu acabei criando uma certa relação de amor e ódio com Se eu ficar. O livro é pequeno, a leitura foi leve e rápida, mas tem um porém, algumas coisas para mim ficou muito vago. Os sentimentos da personagem, expressados durante a história, não foram muito claros. Claro que a menina estava arrasada com a morte da família, mas ela estava lidando com o assunto tão calmamente que eu estranhei um pouco. A história em si é linda, eu fiquei com o coração na mão durante toda a leitura. É angustiante não conseguir nem mesmo deduzir o que vai acontecer. Falando no modo mais informal possivel, estou mega “bolada” com esse final hahahhahah, gente ! Eu fiquei: Como assim? O fato do livro terminar de uma maneira muito vaga foi o que mais me deixou em extase. A expectativa para o filme está a mil. Algo me diz que essa vai ser uma adaptação incrível.

As vezes você faz escolhas na vida e as vezes as escolhas fazem você.

Pois eu tenho algo para contar aos que já leram Se eu ficar. A sequência que vai acabar com nossa angústia, já foi lançada. O nome (traduzido) é “Para onde ela foi”. E é claro que euzinha vou correr para ler ;)

O que posso dizer?  O amor é uma merda !

4 estrelas

15
DE jul
DE 2014
0

Surpreendendo aos fãs J.K. Rowling publica conto inédito de Harry Potter !

HP finalMovie

Ao deixar órfãos os fãs de Harry Potter, foi criado o site Pottermore para suprir a saudade dessa saga que encantou milhares de jovens e adultos de todo o mundo. O que todos pensavam ser boatos se tornou realidade. No dia 08 de Julho a própria autora publicou no site um conto que retrata a vida do trio mais amado do mundo, anos após o fim da guerra de Hogwarts. Segundo o conto Harry já com 34 anos, além da cicatriz de raio na testa, ele adquiriu mais um adereço para seu rostinho de bebê hahahah um corte no rosto, resultado do seu trabalho como Auror (bruxo que luta contra as forças das trevas).

Esse conto também mostra como está a Gina, o casal 20 Ron e Mione,  sem esquecer claro do Neville e da Luna que ganhou o coração de todos os fãs da saga. Quer ler esse conto também? Corre lá e crie uma conta no Pottermore. E faça parte desse mundo encantado de Hogwarts.

b3

18
DE jun
DE 2014
0

E se eu ficar – Trailer

Omg ! Estou eu, olhando algumas postagem de grupos de leitores e me deparo com esse trailer que na mesma hora descubro ser de um livro ja publicado. Minha reação na hora?? EU PRECISO LER ESSE LIVRO !

hahahaha, ele está no topo da minha lista de livros para ler. Vai ser uma resenha que vou ter o enorme prazer de escrever ;)

Beeeijos

28
DE mai
DE 2014
0

Divergente – Verônica Roth

Então galera, Divergente é uma história que eu estava planejando resenhar daqui um tempo, por ter outros que eu gostaria de fazer antes. Porém eu acabo de assistir a adaptação cinematográfica e tive que anteceder meus planos. Ia ser muito difícil guardar todas as minhas emoções diante do filme.
No livro a história se passa numa Chicago futurista que após uma guerra foi divida em cinco facções, com um intuito de prevalecer a paz, Abnegação, Audácia, Amizade, Erudição, e Franqueza. Ao completar 16 anos todos os jovens de Chicago tem de se submeter ao exame de aptidão que revela a qual facção eles pertencem. Com os irmãos Prior não foi diferente. Mas o exame de Tris não sai como o planejado. Seu resultado é inconclusivo oque a torna Divergente. Para se camuflar, ela resolve trocar de facção, substituindo a abnegação (sua facção de nascença) pela Audacia, a facção dos destemidos ! O que Tris não sabe é que, ao entrar para a Audacia, ela teria de encarar varios desafios que poderiam a levar a morte. Mas a sua sobrevivência na audacia, só foi prolongada graças ao seu anjo da guarda Quatro !
Como havia dito mais acima,lançou a adaptação de Divergente nos cinemas. Mas por falta de tempo conseguir assistir apenas ontem e cara, É INCRIVEL !!! Estou In love atê agora com ele. Porém nem tudo é perfeito certo? Divergente – O Filme também tem seus contras. Eu fiquei profundamente chateada pois cortaram cenas que eu achei mega importante, logo no inicio do filme. E pra quem realmente prestou atenção no livro,as cenas cortadas são nítidas. Como por exemplo: No exame de aptidão da Tris, eu lembro de haver mais de uma simulação. No entanto, no filme eles apenas recordam da simulação em que a Tris está em uma sala e tem que escolher rapidamente um dos objetos da bancada, que nós descobrimos mas á frente, que seria a ‘arma’ dela. Produção, cadê a cena no trem que a Tris tem que reconhecer o homen do jornal?????? Poxa, quando eu percebi que não ia mostrar essa cena no filme meu coração cortou. Outra cena que eu senti muita falta foi a luta do Will e Al, logo no inicio do treinamento da Audacia. Sem falar cena em que a Tori deveria explicar para a Tris o significado do Corvo? No filme ficou tão sem sentido, a parte em que a Tris decide tatuar os três corvos, para as pessoas que nunca leram o livro. Maaaaaaaaas… Não posso deixar de comentar sobre os Prós ! QUE BEIJO FOI AQUELE PRODUÇÃO !?????? Gente, sem nenhum exagero. Meu coração congelou na hora ! Em um minuto eles estão conversando, no outro o Tob.. ops o Quatro, já puxa a Tris em um beijo de tirar o fôlego (ain meu coração) . O que eu achei bastante legal foi a música que colocaram durante essa cena. Eu sempre achei a trilha sonora mega importante, por que ela é que vai complementar a cena e criar um clima. E com toda certeza não foi só a min que essa cena tirou longos suspiros ! Aah, quase me esqueço de contar das gargalhadas que eu dei quando a Tris acorda da Simulação em público e se desespera ao achar que todos viram seu medo na hora H com o Quatro :’)
Mas ao terminar eu ganhei um enorme ponto de interrogação.. Por que o filme terminou de uma forma que me fez pensar que não teria a adaptação de Insurgente. Estou errada? Bom, espero que sim haha.. Então, me digam oque vocês acharam do Livro e Filme ai nos comentários ?

image

#Fuuuui :*

25
DE mai
DE 2014
0

A Culpa é das Estrelas – John Green

Aaaah, efeitos colaterais aqui estou eu para faze-los chorar mais um pouquinho hahaha.  Como muitos ja sabem a  adaptação cinematografica ‘A culpa é das Estrelas’ é umas das maiores apostas do ano. A historia da Hazel e Gus se popularizou bastante entre os jovens de 2013 pra cá, muitos já consideram modinha, não digo que não concordo com isso pois estarei mentindo, realmente muitas pessoas leram o livro e fingiram gostar apenas pra fazer parte de todos aqueles debates das pessoas a sua volta que haviam lido. Isso costuma me deixar muito chateada pois muitos se dizem fãs sem nem saber direito quem é quem na historia, principalmente se for um livro que eu tenha gostado muito.
Quando começou aquela epidemia de photos no insta daquela capa azul com um titulo um pouco intrigante, rs eu realmente fiquei interessada em descubrir o conteúdo. Havia tantos comentarios bons a respeito que eu resolvi me aventurar.

image

Eu lembro exatamente como se fosse ontem,eu abri o livro em uma Quinta-Feira por volta de umas 22:00 hrs da noite. A história me cativou de tal forma que eu me recusei a dormir enquanto não terminasse. Passou 1, 3, 5 horas da manhã quando eu me vi soluçando de tanto chorar. Eu pude sentir a dor da Hazel, eu senti a saudade me sufocando ao ler a carta do Gus, eu suspirei até o ultimo ‘ Okay ‘. O elogio fúnebre, como esquecer?! :’( Mas enfim, minha dúvida é a seguinte: Será que realmente o filme vai fazer juz ao livro? Agora basta esperar ! Dia 05 de Junho vem ai !
#Ansiosa

Beeeeijões ♡