23
DE out
DE 2014
0

#04 O Destino do tigre – Colleen Houck

 Aprenda a amar o momento em que você está. Valorize suas experiências, pois momentos preciosos passam muito rapidamente por você, e se você está sempre correndo em direção ao futuro, ou com saudades do passado, você vai esquecer-se de desfrutar e apreciar o presente.

download (2) Eis aqui o livro que vai revelar os momentos finais da maldição do tigre. Com uma citação incrível como a de cima, é um pouco complicado pensar que esse livro tenha sido uma droga, certo?

Pois bem, esse com certeza foi uma das melhores finalizações de saga. Muitos autores acabam desvalorizando seus livros, com o final que muita das vezes deixa a desejar. Mas com a Saga do tigre foi diferente, a cada capitulo do ultimo livro eu ansiei por mais.

Me perdoem, porém acho que vou deixar escapar alguns Spoilers, é extremamente difícil falar desse livro e não citar varias cenas.

Na minha opinião o momento climax  foi a parte em que Lokesh admiti sua obsessão por Kelsey, não mais pelo amuleto mas sim por querer uma mulher que vá procriar e lhe dar um filho. Minha cara foi no chão, de patético ele se transformou em um indiano nojento que só queria “abusar” da pobre kells.

Minha raiva pela protagonista diminuiu muito durante O destino do tigre. Nele ficamos ciente de todos os motivos que levou a mocinha a ficar naquele ata ou desata. Vou confessar que durante varias passagens eu pensei em abandonar o livro de tanta raiva. Mas mesmo contrariada eu consegui entender os motivos que levaram cada um a fazer algo. A estar em tal lugar e em tal hora. Porém nada vai diminuir minha tristeza pelo destino do Kishan. Se a Kelsey não o quis, eu quero poxa !!!!

Muitos detalhes das missões dos livros anteriores, que na hora ficou meio vago para os leitores, foi esclarecida nesse ultimo livro. Principalmente a questão do filho da Kelsey que ficou muito mau esclarecido no sonho do Kishan  no livro anterior.

Acho que se eu escrever mais alguma coisa alguém vai vir me matar por contar mais coisas do que deveria rsrsr. Mas não tenho dúvidas em dizer que essa é uma das MELHORES sagas que já li hoje. Recomendo para qualquer um, independente do gênero de livro preferido. Tenho certeza que A saga do tigre vai encantar qualquer um que pegar para ler. ;)

Se a música é o alimento do amor, toquem-na; afoguem-se nela, para que o apetite decreça, e assim morra.

5 estrelas

22
DE out
DE 2014
0

O Jogo perfeito #01 – J. Sterling

imagemEsse livro me deixou confusa, juro! Não sei o que sinto após terminar ele. No inicio da história eu senti muita forte semelhança com Belo desastre da Jamie Mcguire, a diferença é o quão chata a protagonista me pareceu, e o fato de não me causar emoções nenhuma.

A historia em si tem um enredo lindo. Podia ter sido um livro incrível, por um motivo, que ate então não sei dizer ao certo o que é, isso não aconteceu.

Cassie é apaixonada por fotografia e carrega no peito um ressentimento grande do pai. Jack é um jogador de baiseball apaixonado pelo que faz. O destino coloca-os um de frente pro outro. Isso “vai mudar tudo”.

De todos os livros que já li até hoje esse sem dúvida alguma está sendo o mais difícil de resenhar, mas vamos lá. Cassie e Jack se conhecem na faculdade, como um imã eles são atraídos um para outro imediatamente. De inicio a protagonista me pareceu um tanto “atirada” saindo dos conhecidos clichês atualmente. Mas alguns poucos capítulos a frente, pude perceber que a mesma era tão tola quanto as outras mocinhas. Algo que me chateou bastante é a falta de detalhes na história. Em um capitulo ela conhece ele, no final eles já estão namorando! Me diz cadê a lógica nisso?

Jack, a parte que eu mais gosto nas resenhas é contar o quanto eu fiquei encantada com o mocinho, mas com esse rapaz isso não aconteceu. Esse é o momento em que ser bonito e popular não é tudo. Jack se mostrou um cara super sem sal. Sei que não é certo comparar personagens de diferentes livros mas poxa!! Colocar um Travis Maddox perto do Jack é até pecado porque o coitado iria perder feio.

A história é basicamente aquele clichê conhecido. O bad boy e a mocinha com o coração dilacerado pelo passado, eles não ficam juntos porque o mocinho faz muita M**** e FIM! Mas ao contrário dos outros clichês, esse não me prendeu nem um pouco.

O que o seu coração diz?

O que importa? Meu coração é tolo. Acredita em qualquer coisa.

Certo. Então, oque diz sua cabeça?

Minha cabeça questiona tudo e não acredita em nada.

2 estrelas

20
DE jun
DE 2014
0

Muito mais que uma princesa – Laura Lee Guhrke

Quantos vivas merece a pessoa que virou a noite, viu o sol nascendo, apenas pra ter o prazer de descobrir o desfecho de uma historia? Sim, esse livro me custou uma madrugada em claro, apenas 4 horas de sono, e olheiras profundas, é, acho que valeu a pena…

Lucia é filha ilegitima de um príncipe com uma cortesã. Durante anos desde seu nascimento Lucia foi privada de ter contato com sua mãe diante do seu modo de viver. Ela foi presa em colégios e conventos para não ter contato com o mundo , onde podia causar algum problema para a ” imagem ” de seu pai. Mas isso não adiantou. Sempre que houvesse oportunidade Lucia arrumava um jeito de escapar de todo esse confinamento que a torturava. Após um incidente, que causou um noticiário com o nome de Lucia e sua meia irmã Elena em negrito, Cesare seu pai decide que esta na hora de ” se livrar ” da menina. Então manda buscar o embaixador Ian para lhe arranjar um casamento, de tal forma que suas travessuras passariam a ser problema de seu futuro marido. O que Ian não podia esperar era que essa fosse uma tarefa incrivelmente difícil, pois a menina se negava a ser controlada de qualquer forma.

Oh, serei doce como o mel – prometeu Lucia – quando eu o mandar para o inferno.

Ao contrario da impressão que seu temperamento passava para os outros, ela era apenas uma menina que se sentia desprezada pelo pai e pela sociedade por não ser legitima. O que ela mais queria, já que não tinha outra escolha se não se casar, era nada mais nada menos que ter o livre arbítrio de opinar sobre seus candidatos a marido, e lhe ser dado o poder de escolha. E entre todas as caracteristicas que um futuro marido deveria ter, ela estava apenas em busca de uma: O amor !

Você tem uma capacidade tão grande de amar que me deixa admirada. Sempre me deixou. Quando surgir o homem certo, você conseguirá se jogar toda nesse amor – corpo, coração e alma.

mfç

 

Eu ouvi tanto nos ultimos dias sobre esse livro, que me permiti passa-lo na frente de qualquer outro e descobrir o por que de tão especial ele era pra algumas pessoas. A história é encantadora, aquele ar de história antiga é cativante. Porém em alguns momentos a personagem principal me dava certa raiva por sempre achar que estava a frente de qualquer situação. É intrigante a história o que não me permitiu parar enquanto não descobrisse como ia terminar. O que me incomodou um pouco foi a narração contada pela 3° pessoa. É sempre mais emocionante quando é narrada pela 1° pessoa, por que os sentimentos, as emoções do personagem ficam mais clara para o leitor. Outra coisa que me deixou bastante chateada foi o livro acabar de repente. Quando eu achei que ia descobrir como a vida de Lucia ficou , me aparece aquela palavra que e um temos pra min : FIM. Me senti mega decepcionada com isso. A escritora, não polpou nem um pouco os detalhes sórdidos, particularmente eu achei um pouco exagerado, pelo livro não ser exatamente um new adult, mas isso é relevante. Ian, é completamente apaixonante, apesar de seu jeito presunçoso ele é de encantar qualquer uma.

Minha cara, você pode ser filha do príncipe, mas não é nenhuma princesa. A maior parte do tempo, você é uma praga para a minha sanidade.

Um detalhe que eu não consegui compreender foi a relação dessa capa linda, com a história. No meu ponto de vista ela não tem alguma semelhança com a história. Eu adoro ler livros onde há muitas citações pra min guardar de lembrança da história, e eu não posso deixar de citar uma que me identifiquei muito.

Eu gosto de agitação, de excitação, e há uma certa excitação em desrespeitar as regras – disse ela depois de um momento. – Além disso, adoro um desafio. O fato de me proibirem de fazer alguma coisa me dá uma enorme vontade de fazer exatamente aquilo.

3 estrelas